Como importar peças para o seu carro (e não ser extorquido)

Tutoriais gerais, que podem ser usados em todos os modelos.

Como importar peças para o seu carro (e não ser extorquido)

Mensagempor Rodrigo C. » 09 Jul 2013, 00:13

By Jalopnik -> www.jalopnik.com.br/como-importar-pecas ... ta-federal
Em novembro de 2012, decidi comprar um volante original de couro para o meu carro. Como é uma peça importada pela própria concessionária, decidi ir direto à fonte: o eBay alemão. Peça encontrada, vendedor contactado, bastava apenas pagar e esperar. E torcer. E depois esperar mais um pouco, torcer mais um pouco e finalmente abrir o pacote e aproveitar a peça nova. Veja só como se faz.
Em um mundo ideal, você encontraria a peça, pagaria, esperaria o correio bater à sua porta e buscaria a peça. Mas o mundo não é ideal, e alguém inventou os impostos de importação. Por esse mesmo motivo alguém inventou a meia-nota ou a nota fria, que resultou em um contra-ataque estatal que só burocratiza ainda mais a importação simplificada por pessoa física.
Você pode comprar qualquer tipo de peça, com exceção de pneus e baterias e produtos químicos como fluidos, óleos e tintas, devido à necessidade de homologação pelos órgãos reguladores e ambientais do Estado. Na Europa é comum venderem rodas usadas com pneus. Nesse caso, peça ao vendedor para remover os borrachudos para evitar dores de cabeça por aqui.
Nota: neste post usarei como exemplo a compra do meu volante, mas o processo e os procedimentos são os mesmos para qualquer compra estrangeira.
Depois de encontrar a peça, dei o lance e enviei um email para combinar o tipo de envio com o vendedor. O volante custou € 60 e o envio custaria outros 40 – € 100 no total. Achei razoável. Caso a Receita Federal estivesse de bom humor, eu pagaria apenas R$ 270; se eles estivessem trabalhando duro, calculei outros R$ 260 de imposto de importação e ICMS. Ainda assim era mais barato que os poucos milhares de reais que a concessionária me cobraria.
O pacote foi postado no dia 17 de novembro de 2012 e no dia 28 já estava no Brasil. Então começou a parte chata e burocrática. Meu volante (meu, porque eu paguei por ele) ficou na Unidade de Tratamento Internacional do dia 28 de novembro ao dia 10 de dezembro (doze dias).
Dali ele foi encaminhado à Receita Federal para tributação, onde ficou mais sete dias (até 17 de dezembro, um mês depois da postagem na Alemanha). Tudo bem, é meu dever de cidadão brasileiro pagar impostos. Separei R$ 260 e esperei o aviso de recebimento.
Imagem
No dia 19 de dezembro o aviso de recebimento chegou com uma surpresa: o valor dos impostos somava R$ 769,74! Que mágica a Receita Federal teria feito para transformar meu volante de R$ 270 em algo que devesse três vezes seu próprio valor em impostos?
Não é mágica nenhuma: se o fiscal da Receita achar o valor declarado incompatível com o produto em questão, ele pode abritrar o valor de acordo com uma suposta tabela de referência. Nesse caso meu volante valeria, para a Receita Federal, quase R$ 1000.
O que fazer nesse caso? Eu não estava tentando driblar o sistema com meia nota; eu realmente havia pago “barato” no volante. Deve haver uma forma de comprovar isso e não ser extorquido pela Receita!
E existe sim. Chama-se revisão de tributação, mas ela só funciona se você não tentou enganar o Estado (que nunca perde. Nunca mesmo!) com notas frias. Para solicitar a revisão de tributação, é preciso reunir todas as provas possíveis de que você realmente pagou o valor declarado pelo produto em questão. No meu caso, comprei o volante pelo eBay, e paguei com meu cartão de crédito pelo Pay Pal. O que fiz, portanto, foi imprimir a página do pedido fechado no eBay, a página da confirmação de pagamento no Pay Pal, e a fatura do cartão, destacando com marcador de texto os valores pagos/combinados.
Depois preenchi o requerimento de revisao de tributação (clique para baixar o pdf), anexei aos documentos e fui à agência dos Correios. No campo onde você precisa justificar o motivo da solicitação, preencha apenas “valor de imposto arbitrado superior ao valor real da remessa”. Não vá fazer a besteira de bater de frente com o Estado e despejar toda a sua indignação no requerimento – a corda sempre arrebenta do lado mais fraco.
Imagem
Na agência dos Correios confirmei o valor absurdo cobrado e disse que gostaria de solicitar a revisão da tributação. Basta entregar os documentos ao funcionário dos Correios, deixar seus dados de contato e aguardar. O processo pode levar até 30 dias úteis, mas geralmente é bem mais rápido.
Entreguei os documentos na manhã do dia 24 de dezembro. No dia 26 o pacote foi enviado de volta à Receita Federal, aonde chegou apenas no dia 2 de janeiro. No dia 10 ele foi liberado, e chegou à minha cidade no dia 12, quase dois meses depois da compra, com os impostos agora corretos – R$ 260 reais.
Paguei e retirei. Agora só falta instalar.
Finalmente!
Avatar do usuário
Rodrigo C.
Quadro de Honra
Quadro de Honra
 
Mensagens: 638
Registrado em: 12 Mai 2012, 19:24
Localização: São Paulo
Modelo:

Re: Como importar peças para o seu carro (e não ser extorqui

Mensagempor Paulo Valdez » 13 Jul 2013, 18:16

Muito instrutivo esse post.

Lamentável que o consumidor brasileiro seja tão desrespeitado, principalmente pelo nosso próprio governo.
Não basta termos a maior carga tributária do mundo e uma burocracia sem tamanho, somos lesado até quando queremos fazer uma simples importação, isso em um mundo totalmente globalizado. Realmente vivemos num mundo paralelo.
Infelizmente não vejo tão cedo um sinal de mudança.
No caso relatado fica bem evidente que você não deve bater de frente com o sistema, mas que sistema é esse?
Deveríamos começar a ajuizar ações judiciais contra tudo isso, através dos procons e Idec's da vida.
Ninguém quer sonegar imposto ou viver a margem da lei, mas pagar o preço justo e ter qualidade por qualquer bem ou serviço que utilizamos, também faz parte de uma democracia.

Abraço.
Avatar do usuário
Paulo Valdez
Ativo
Ativo
 
Mensagens: 33
Registrado em: 07 Mai 2013, 11:15
Modelo: BMW 130i

Re: Como importar peças para o seu carro (e não ser extorqui

Mensagempor alexandrechassi » 23 Ago 2013, 20:45

Boa noite preciso que envie para o brasil esse item quanto ficaria o custo total em reais para o cep 30330360http://www.ebay.com/itm/Exhaust-Tips-Stainless-Steel-/390632302080?pt=Motors_Car_Truck_Parts_Accessories&fits=Make%3ABMW%7CModel%3AX5&hash=item5af37fe600&vxp=mtr
alexandrechassi
Ativo
Ativo
 
Mensagens: 19
Registrado em: 07 Dez 2011, 16:51
Modelo:

Re: Como importar peças para o seu carro (e não ser extorqui

Mensagempor Rodrigo C. » 23 Ago 2013, 23:26

Olá Alexandre, isso é só um tutorial, não importo peças!
Avatar do usuário
Rodrigo C.
Quadro de Honra
Quadro de Honra
 
Mensagens: 638
Registrado em: 12 Mai 2012, 19:24
Localização: São Paulo
Modelo:

Re: Como importar peças para o seu carro (e não ser extorqui

Mensagempor KKND » 06 Set 2013, 01:49

Rodrigo C. escreveu:Olá Alexandre, isso é só um tutorial, não importo peças!




uauhuhauhauhauhauha é cada figura, ele nem leu 1 linha ...
Avatar do usuário
KKND
Administrador
 
Mensagens: 439
Registrado em: 28 Abr 2011, 23:47
Modelo: BMW 118I 2010/2011
Localização: Salvador

Re: Como importar peças para o seu carro (e não ser extorqui

Mensagempor scherer » 30 Set 2013, 21:36

Que bom que tem modo de tentar discutir o imposto.. só que não adianta comprar de loja no ebay um voltante de 1000 dolares né, os impostos vao ser proporcionais.
aliás, é 60 ou 70%?
scherer
Profissional
Profissional
 
Mensagens: 173
Registrado em: 09 Abr 2013, 10:24
Modelo: 328IA
Localização: Curitiba PR

Re: Como importar peças para o seu carro (e não ser extorqui

Mensagempor felipe teixeira » 01 Mai 2014, 20:54

Muito legal o tópico .... eu estou fazendo o mesmo que vc.

Troquei minhas pastilhas de freio e sensores da X1 18i. Comprei direto no exterior e pedi para entregar aqui. Dei sorte e nao fui tributado, passou batido ( sorte )

Agora estou importando uma manopla, xenon do milha, angels eyes em led e patelhas dianteira/traseira ... já estão em Curitiba - Coferindo.

Comprar as peças na CSS BMW Brasil nao dá !

Quando chegar aviso vcs !


Só faça o recurso administrativo ( diminuição de taxas ) quando o imposto calculado pela Receita Federal for superior aos 60% + ICMS. Caso contrário: Ação judicial direto.
Imagem
Ex. VW Fox Plus 1.6 2007
Ex. Hyundai i30 2.0 2012
Ex. BMW sDrive X1 18i 2013
BMW 320i GP 2014
Avatar do usuário
felipe teixeira
Moderador
Moderador
 
Mensagens: 691
Registrado em: 14 Fev 2014, 10:14
Modelo: BMW 320i ActiveFlex
Localização: São José dos Campos

Re: Como importar peças para o seu carro (e não ser extorqui

Mensagempor Ricardo S. Santos » 08 Mai 2014, 18:46

Excelente explicação!

Mas realmente, é um absurdo o que o próprio país faz com os brasileiros. Ter que se desgastar tanto para fazer valer o que é direito.

Abraços!
Ricardo Santos
325i (1994/1995)
Rio de Janeiro
Avatar do usuário
Ricardo S. Santos
Novato
Novato
 
Mensagens: 3
Registrado em: 08 Mai 2014, 18:09
Modelo: 325i 1994/1995

Re: Como importar peças para o seu carro (e não ser extorqui

Mensagempor felipe teixeira » 14 Mai 2014, 08:41

Chegou minha manopla sem tributação também ... vou ver se posto fotos no fds.
Imagem
Ex. VW Fox Plus 1.6 2007
Ex. Hyundai i30 2.0 2012
Ex. BMW sDrive X1 18i 2013
BMW 320i GP 2014
Avatar do usuário
felipe teixeira
Moderador
Moderador
 
Mensagens: 691
Registrado em: 14 Fev 2014, 10:14
Modelo: BMW 320i ActiveFlex
Localização: São José dos Campos

Re: Como importar peças para o seu carro (e não ser extorqui

Mensagempor Nilsonpc » 11 Jul 2014, 19:37

Boa noite sou novo por aqui e novo proprietário de uma 325i 1995 gostaria de saber alguns endereços de sites ou lojas para venda de peças .

Grato
Nilsonpc
Novato
Novato
 
Mensagens: 2
Registrado em: 11 Jul 2014, 19:23
Modelo: 325 i

Próximo

Voltar para Tutoriais

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 2 visitantes